COLÉGIO ANTÔNIO ALVES RAMOS- Educação Consciente

TEMA NORTEADOR/ 2.011:

Educação e vida: compromisso com o planeta.

OBJETIVO: Educar para a vida, promovendo ações fraternas comprometidas com o planeta.

PROJETO DO 4º ANO:

Um por todos...e todos pelo futuro do planeta!

***Objetivo geral:

Sensibilizar para o respeito à diversidade das relações fraternas.

Promover situações práticas em defesa à sustentabilidade do nosso planeta.

Visite o SITE do nosso colégio:
http://colegioantonioalves.pallotti.com.br/

Visite o blog:
http://escolavicentepallotti.blogspot.com/


4º ANO/ 2.011

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

CORAÇÃO DE OURO: INTERPRETAÇÃO/ 4º ANO...

CORAÇÃO DE OURO: INTERPRETAÇÃO E GRAMÁTICA...
SUGESTÃO DE LEITURA DO LIVRO: MEU PÉ DE LARANJA LIMA

O Livro narra, na 1ªpessoa , uma bonita história de amizade entre uma criança pura e inocente, o Zezé, e um pé de laranja lima que se tornou o seu melhor amigo e confidente.
Trata-se de uma obra muito bonita, emocionalmente forte, comovente e triste que, apesar da sua simplicidade, retrata de uma forma marcante os sentimentos de ternura, de perda e de dor de um menino que descobre o mundo sozinho.
***A primeira adaptação do romance para telenovela foi com texto de Ivani Ribeiro e direção de Carlos Zara. Produzida pela extinta TV Tupi e exibida de novembro de 1970 a agosto de 1971.
***Vamos conhecer um trecho desta obra de José Mauro de Vasconcelos.

CORAÇÃO DE OURO

Tudo ia muito bem quando Godofredo entrou na minha aula. Pediu licença e foi falar com D. Cecília Paim. Só sei que ele apontou a flor no copo. Depois saiu. Ela olhou para mim com tristeza.
Quando terminou a aula, me chamou.
─ Quero falar uma coisa com você, Zezé. Espere um pouco.
Ficou arrumando a bolsa que não acabava mais. Via-se que não estava com vontade nenhuma de me falar e procurava a coragem entre as coisas. Afinal se decidiu.
─ Godofredo me contou uma coisa muito feia de você, Zezé. É verdade?
Balancei a cabeça afirmativamente.
─ Da flor? É, sim, senhora.
─ Como é que você faz?
─ Levanto mais cedo e passo no jardim da casa de Serginho. Quando o portão está só encostado, eu entro depressa e roubo uma flor. Mas lá tem tanta que nem faz falta.
─ Sim. Mas isso não é direito. Você não deve fazer mais isso. Isso não é um roubo, mas já é um “furtinho”.
─ Não é não, D. Cecília. O mundo não é de Deus? Tudo o que tem no mundo não é de Deus? Então as flores são de Deus também...
Ela ficou espantada com a minha lógica.
─ Só assim que eu podia, professora. Lá em casa não tem jardim. Flor custa dinheiro... E eu não queria que a mesa da senhora ficasse sempre de copo vazio.
Ela engoliu em seco.
─ De vez em quando a senhora não me dá dinheiro para comprar um sonho
recheado, não dá?...
─ Poderia te dar todos os dias. Mas você some...
─ Eu não podia aceitar todos os dias...
─ Por quê?
─ Porque tem outros meninos pobres que também não trazem merenda.
Ela tirou o lenço da bolsa e passou disfarçadamente nos olhos.
─ A senhora não vê a Corujinha?
─ Quem é a Corujinha?
─ Aquela menina do meu tamanho que a mãe enrola o cabelo dela em coquinhos e amarra com cordão.
─ Sei, a Dorotília.
─ É, sim, senhora. A Dorotília é mais pobre do que eu. E as outras meninas não gostam de brincar com ela porque é pobre demais. Então ela fica no canto sempre. Eu divido o sonho que a senhora me dá com ela.
Dessa vez ela ficou com o lenço parado no nariz muito tempo.
─ A senhora de vez em quando, em vez de dar para mim, podia dar para ela. A mãe dela lava roupa e tem onze filhos. Todos pequenos ainda. Dindinha, minha avó, todo sábado, dá um pouco de feijão e arroz para ajudar eles. E eu divido meu sonho porque mamãe ensinou que a gente deve dividir a pobreza da gente com quem é ainda mais pobre. As lágrimas estavam descendo.
─ Eu não queria fazer a senhora chorar. Eu prometo que não roubo mais flores e vou ser cada vez mais um aluno aplicado.
─ Não é isso, Zezé. Venha cá.
Pegou as minhas mãos entre as dela.
─ Você vai prometer uma coisa, porque você tem um coração maravilhoso, Zezé.
─ Eu prometo, mas não quero enganar a senhora. Eu não tenho um coração maravilhoso. A senhora diz isso porque não me conhece em casa.
─ Não tem importância. Pra mim você tem. De agora em diante não quero que você me traga mais flores. Só se você ganhar alguma. Você promete?
─ Prometo, sim, senhora. E o copo? Vai ficar sempre vazio?
─ Nunca esse copo vai ficar vazio. Quando eu olhar para ele, vou sempre enxergar a flor mais linda do mundo. E vou pensar: Quem me deu essa flor foi o meu melhor aluno. Está bem?
Agora ela ria. Soltou minhas mãos e falou com doçura:
─ Agora pode ir, coração de ouro...

José Mauro de Vasconcelos. O Meu Pé de Laranja Lima. Texto adaptado

1) Relembrando os tipos de textos:
***Texto narrativo é aquele desenvolvido a partir de um conflito. Esse conflito não é necessariamente uma briga, uma discussão ou uma grande confusão; é uma situação problema que desperta o interesse do leitor e faz com que ele se sinta motivado a ler a história para saber qual será a solução dada para o conflito.
***Relato é um texto que mostra apenas uma seqüência de ações, coisas que os
personagens fazem. Quando um texto não apresenta conflito é chamado de relato.
***Poema é um texto escrito de maneira especial; nele, as palavras são organizadas de um jeito que nos levam a perceber a beleza das coisas.
***Texto informativo é aquele que está comprometido com a realidade e tem como objetivo trazer um ensinamento sobre determinado assunto.
***Crônica é uma narrativa breve que registra um fato do cotidiano num determinado intervalo de tempo.
*Agora responda:
a) “Coração de ouro” tem qual tipo de texto?
____________________________________________________________

b) Qual é o conflito da história?
____________________________________________________________
____________________________________________________________

c) Qual foi o desfecho?
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________

2) Mais um lembrete para você ler com atenção:

***Toda a história é contada por um narrador. Esse narrador pode apenas contar a
história ou participar dela.
*Narrador-observador é aquele que apenas conta os fatos, sem participar da história.
*Narrador-personagem é aquele que conta uma história de que ele participou, para isso ele usa a 1ª pessoa (eu, nós).
Qual é o tipo de narrador que aparece na história “Coração de ouro”?
________________________________________________________________________
3) Último lembrete para ler:
***Discurso direto – quando os personagens falam diretamente.
***Discurso indireto – quando o narrador transmite a fala do personagem.
O texto “Coração de ouro” apresenta um discurso _______________________________.

4) Seis personagens são mencionados no texto “Coração de ouro”. Identifique-os por meio das indicações que damos abaixo e coloque o nome de cada um DENTRO DOS PARÊNTESES:

a) Avó de Zezé, que ajudava a família da Corujinha, oferecendo-lhe um pouco de feijão e arroz.(_____________________)
b) Professora de Zezé, que o considerava um menino maravilhoso e de coração de ouro.(_____________________)
c) Colega de Zezé, com cabelo enrolado em coquinho e amarrado com cordão.

(_____________________)
d)Contou à professora “uma coisa muito feia” a respeito do neto Dona Dindinha.(___________________)
e) Filho do dono do jardim do qual Zezé apanhava flores para a professora.(__________________)
f) A personagem principal. Dividia com a Corujinha o sonho que a professora lhe dava.(__________________)

5) Complete as frases usando por que, por quê, porque ou porquê:
a) Zezé acreditava que podia pegar as flores do jardim _________________________naquela casa tinha muitas flores e ninguém sentiria falta.
b) Ele não entendia o ______________________ daquilo ser errado, já que tudo que existe no mundo é de Deus.
c) _____________________ será que Godofredo foi contar o que estava acontecendo à professora?
d) Zezé não agiu certo, __________________________?

6) Releia o trecho retirado do texto:
“─ A senhora de vez em quando, em vez de dar para mim, podia dar para ela. A mãe dela lava roupa e tem onze filhos. Todos pequenos ainda. Dindinha, minha avó, todo sábado, dá um pouco de feijão e arroz para ajudar eles. E eu divido meu sonho porque mamãe ensinou que a gente deve dividir a pobreza da gente com quem é ainda mais pobre.”

Agora, retire dele o que se pede:
a) uma palavra trissílaba, oxítona:__________________
b) uma palavra trissílaba, proparoxítona : ___________________
c) um artigo ,feminino_________
d) três substantivos masculinos: ________________________________________
e) dois adjetivos: ___________________________
f) dois pronomes pessoais do caso reto:___________________
g) dois verbos no pretérito:________________
h) duas palavras com ditongo:____________________
i) quatro palavras com dígrafos:___________________

7) De acordo com o texto “Coração de ouro”, responda:
a) Qual foi “a coisa muito feia” que Godofredo contou a Dona Cecília a respeito de Zezé?
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
b) Se a professora lhe oferecesse um sonho todos os dias, Zezé aceitaria? Por quê?
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
c) Por que Zezé dividia seu sonho com a Corujinha?
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________

d) Em sua opinião, por que a professora passou a chamar Zezé de “coração de ouro”?
_____________________________________________________________

e)Que conselho você daria para Zezé? Comente:
_____________________________________________________________


8) Descreva uma situação de “BULLYING”, citada no texto e aponte uma solução para este caso:
___________________________________________________________________
9) Grife, no texto, quais foram os cinco motivos que contribuíram para que Zezé tirasse as flores do jardim alheio.

10) Mensagem do texto para nossa vida:
_________________________________________________________________ _________________________________________________________________
11) Complete as frases com traz, atrás, mas, mais, mal, mau:
a) Papai ______________ boas notícias para nós.
b) Ele colocou a carteira no bolso direito da calça, ___________ hoje colocou do lado esquerdo.
c) Estude _______________ e será aprovado com boas notas.
f) O velho está _______ de saúde.
g) Ele não era um garoto ____________.
h) Zezé está ______ da mesa da professora.

12) Marque um X no coletivo correspondente a cada substantivo:
Substantivos:

a)FLORES: cacho, ramalhete, turma
b)AVIÕES: álbum, esquadrilha, esquadrão
c)PORCOS:junta, vara, bando
d)PEIXES:penca, cardume, bando

Fonte de pesquisa:
http://www.pioneiro.com.br/downloads/5Ano/LP/5AnoPortugues.pdf

Adaptação: Profe Janete Motta

3 comentários:

  1. Adorei seu blog!! É simplesmente maravilhoso!!!!!!!!!!! Cleidmaria MG

    ResponderExcluir
  2. EU ADOREI,PARABÉNS!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir

Free JavaScripts provided
by The JavaScript Source